Nova Déli

Perder-se em Nova Déli

Postado em Junho, 2018

Aterrissar em Delhi e, depois do check in no hotel, rumar para Old Delhi é uma experiência única na vida. A aventura começa com o trânsito: um verdadeiro caos ordenado. Muitos carros, muitos riquixás, muitas pessoas e algumas vacas sagradas no meio das ruas.


A capital conta com uma linha pouco extensa de metrô, e a parada para o destino escolhido é Chandni Chowk, principal avenida de Old Delhi. Da intensa adrenalina de estar no meio do burburinho citadino, a próxima sensação é totalmente zen. É uma volta ao século XVIII, quando então se firmou o intenso comércio no local. Labiríntico. Uma síntese incompleta do que se vê. Sem medo, perder-se nas idas e vindas dos bazares, um ao lado do outro. As cores vão invadindo a alma. Andar em círculos, ou chegar a um beco sem saída, com os amistosos indianos observando. Deixar-se impregnar pelos odores das comidas e pelos hábitos nativos. Perceber que há uma divisão organizada de setores. Tecidos, jóias, temperos, adornos para deuses e templos. E, lá pelas tantas, encontrar uma avenida maior e ver que existe, enfim, uma saída do conglomerado de vielas.

As diferenças culturais estão só começando. No meio dos transeuntes multicoloridos surge um homem totalmente pelado. Saber da existência de jainistas que andam sem roupa é uma coisa, vê-los é bem diferente. A estranheza maior é dar-se conta que lá os estranhos somos nós. É vivenciar a la Lévi-Strauss uma outra sociedade. Tentar eximir-se de preconceitos e aproveitar. A dica para almoço é na Paranthe Wali Gali, uma das tradicionais minúsculas ruas da região. Como o nome indica, a especialidade é o paratha, pão frito típico acompanhado de vários e deliciosos molhos. Para refrescar, um copo de Lassi, bebida à base de iogurte. Horas e horas já se passaram. Apesar de faltar um mundo a ser descoberto, o corpo está cansado. A volta ao hotel, no melhor estilo local, é de riquixá. Auto-riquixá, com preço tratado e religiosamente barganhado antes da viagem. Prepare-se para fortes emoções ao embarcar neste meio de locomoção, o equivalente indiano às montanhas russas, que, tão respeitosamente, dá ao trôpego elefante encontrado no caminho de volta ao frenético Palika Bazaar sua merecida preferência. Gran finale!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos ainda implantando nossa loja online. Brevemente ela estará disponível. Dispensar